Como estar on-line

Site ou rede social?

As páginas em mídias sociais e os sites podem ser maneiras eficazes de colocar sua empresa on-line. Explore os prós e contras de cada opção para determinar o que é melhor para você:

As empresas que envolvem de maneira ativa os clientes on-line crescem 40% mais rápido do que cresceriam sem uma presença on-line. Após registrar o nome de domínio da sua empresa, você pode utilizá-lo para criar uma presença on-line para ela. As duas opções mais populares são: 1) redirecionar ou encaminhar seu nome de domínio para a página da empresa nas mídias sociais, que age como um substituto do site, ou 2) criar e lançar um site para a empresa.

Exploremos os dois métodos para analisar suas opções:

Mídias sociais

Se você procura uma opção de implementação rápida, com benefícios imediatos, uma técnica simples é registrar seu endereço da web por meio de um nome de domínio e redirecioná-lo para a mídia social escolhida. Esse método (conhecido como encaminhamento de domínio) permite que você tenha um endereço da web com a marca da sua empresa, que oferece credibilidade e facilidade para promover sua presença on-line. Isso é muito melhor do que dizer "curta minha página no Facebook".

Há muitas plataformas multimídia que podem ser aproveitadas ao escolher as mídias sociais como sua presença on-line, como Facebook, Google+, LinkedIn, Pinterest, Instagram e YouTube.

Prós:

  • Rápido e grátis – os perfis das empresas são de simples configuração e a maioria das plataformas não cobra nenhuma taxa.
  • Baixo comprometimento – caso a mídia social de sua escolha não atenda mais às suas necessidades, você pode excluir sua página com facilidade ou mudar de provedor a qualquer momento.
Como escolher sua estratégia de negócios nas mídias sociais

No mundo todo, o número de empresas que redirecionam seu tráfego para sua respectiva página no Facebook aumenta 25% por ano.

  • Envolvimento – acesso a mais de um bilhão de clientes potenciais, o que permite que você se comunique com facilidade e ajude a construir relacionamentos.
  • Desenvolvimento da marca – os clientes saberão mais sobre os valores, a missão e o objetivo da empresa, o que estimulará a fidelidade e construirá a marca da empresa.

Contras:

  • Falta de controle/propriedade – os termos e condições dos fornecedores de mídias sociais controlam o conteúdo e as promoções que podem ser apresentados. Também observe o que acontece caso o fornecedor desative o site e se essa é sua única forma de presença on-line.
  • Criatividade limitada – as redes sociais oferecem modelos de design limitados.
  • Fórum aberto – esses sites proporcionam aos consumidores um fórum aberto para ouvir seus comentários e queixas, o que exige maior monitoramento do site.
  • Relatórios/ferramentas limitados – o nível de relatórios e recursos disponíveis normalmente é menor do que em um site, e limita-se apenas ao que é oferecido pela rede social.

O melhor conselho para quem começa a utilizar as mídias sociais é: não tente utilizar todas ao mesmo tempo. É melhor começar utilizando uma ou duas plataformas que chegam ao seu público-alvo. Tente reservar contas ou abrir um perfil da sua empresa em todos os sites/plataformas em que planeja estar presente, para evitar confusão. Caso tenha contas em mais de uma mídia social, experimente uma ferramenta de gestão como a Hootsuite, que o ajudará a economizar tempo na hora de atualizar suas contas em todas as mídias sociais.

Website

77 por cento1 das pequenas empresas afirmam que os sites são a ferramenta de marketing on-line mais eficaz para tornar sua marca conhecida e fortalecer o relacionamento com o cliente.

Com tantas opções pagas e gratuitas para criar um site para sua empresa, é muito fácil criar um site profissional de qualidade para anunciar seus produtos e serviços, além de estabelecer sua marca de forma que você possa controlá-la.

Prós:

  • Bom custo-benefício – há várias opções disponíveis, desde gratuitas até caras. Os sites gratuitos, dependendo do seu orçamento e das suas necessidades de negócio, podem ser um bom ponto de partida. Alguns foram criados para usuários sem conhecimentos técnicos, com modelos fáceis para que você possa criar seu site com apenas alguns cliques.
Como ter um site de negócios
  • Credibilidade – os consumidores procuram seu site, tenha você um ou não. Em uma pesquisa recente com milhões de pessoas, 56% afirmaram que não confiariam em uma empresa que não possui um site.
  • Controle total/propriedade – há várias opções sobre como usar e apresentar seu site. Mesmo que você não queira um site personalizado e utilize uma ferramenta de criação de sites com modelos, as ferramentas de hoje oferecem muitos recursos de personalização para que você consiga personalizar seu site com facilidade.2
  • Melhor desenvolvimento da marca e flexibilidade promocional – você pode aumentar a capacidade de se comunicar com os clientes e de realizar vendas. Além de ter mais espaço para comercializar sua empresa, um site conta com mais opções, como vídeos, comentários de clientes, blogs, promoções especiais etc.
  • Redução de custos indiretos – a maioria dos consumidores prefere obter informações sobre a empresa on-line, e isso pode reduzir suas despesas administrativas e operacionais.
  • Disponibilidade 24 horas por dia – uma empresa pode promover seu negócio e comercializar seus produtos e serviços 24 horas por dia, sete dias por semana, em qualquer lugar do mundo.

Contras:

  • Manutenção – dependendo do tamanho do site, manter o conteúdo atualizado exigirá um pouco de tempo e esforço.
  • Maior complexidade – sites com funcionalidades e design mais sofisticado provavelmente exigirão maior investimento de tempo e dinheiro.

Faça o download da nossa lista de verificação para guiá-lo durante o processo de criação do site.